Sábado, 08 de Agosto de 2020
Cultura

Opinião - Nenhum crime tem recompensa

Cada ser humano deve despertar e ter consciência de que ninguém, faz mal a ninguém, toda ação boa ou ruim, terá seus efeitos recíprocos efetivados nos artigos da Lei Universal da Reciprocidade

Publicada em 02/07/20 às 17:08h - 204 visualizações

por Manoelzinho Canafístula/Tribuna dos Vales


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Manoelzinho Canafístula é Jornalista e editor do site Tribuna dos Vales  (Foto: Arquivo Pessoal)

A primeira fase da operação de combate à Fake News, deflagrada no último dia 30 de junho em Acaraú deve servir de espelho para todas as pessoas, que de alguma forma, são nutridas por más intenções e imaginam que podem ficar protegidas e blindadas por agentes políticos que se sentem altamente poderosos e protegidos pelos foros privilegiados existentes no Brasil, e com isso sentem-se livres para fazerem o que quiserem. Os suspeitos fizeram ouvidos moucos, diante das inúmeras advertências e admoestações proferidas pelo jornalismo da Difusora, ainda no nascedouro das publicações falsas, os autores foram alertados que tais condutas eram crimes, tipificados na legislação brasileira vigente, a indiferença perante as advertências, serviu como combustível e acelerou, as desastrosas ações dos autores das possíveis práticas criminosas, que lhes serão imputadas no futuro não muito distante. Aliás, um deles, já confessou o crime perante a autoridade policial.

O que parecia ser apenas um crime cibernético tornou-se a ponta de um gigante iceberg, que pode levar a outras condutas criminosas, diante do farto material encontrado na residência de um dos suspeitos, o caso ganha visibilidade e ampla repercussão, não somente nas redes sociais de Acaraú, mas no Brasil e no mundo, afinal crimes dessa natureza, ainda são desconhecidos pela maioria de seus usuários, é comum ver alguém reclamar de que foi vítima de crime virtual, porém com o advento da tecnologia, é preciso também atualizar a legislação e hoje tais práticas, também podem ser facilmente investigadas e os autores devidamente processados e punidos.

A imprensa cearense publicou hoje, matéria que aborda o caso de Acaraú e abre o precedente investigativo de que, tais atos de tentativa de desqualificar agentes políticos e agentes públicos através de Fake News nas redes sociais, podem estar ramificados com outras condutas criminosas, entre elas a lavagem de dinheiro e a agiotagem, a Polícia abriu novas linhas de investigação e caso seja comprovado, que as provas colhidas pela autoridade policial estejam ligadas ao crime de Fake News, que é o foco das investigações iniciais, prisões não serão descartadas.

Entre os materiais apreendidos estão dezenas de cartões magnéticos, onde é possível identificar nas imagens, tratar-se inclusive de cartões de pessoas que recebem transferências de rendas, através do programa Bolsa Família. A gravidade da prática criminosa, ganha outra dimensão, pois quem se apropria de cartões de beneficiários de programas sociais do governo federal, deve prestar contas e ser investigado pela POLICIA FEDERAL.

Longe de desejar mal a quem quer que seja, pois não há necessidade desse desejo mórbido, a Lei da Reciprocidade atua de forma inexorável e imutável nesse contexto, cada ser humano deve despertar e ter consciência de que ninguém, faz mal a ninguém, toda ação boa ou ruim, terá seus efeitos recíprocos efetivados nos artigos da Lei Universal da Reciprocidade, aquela lei do Plantar e Colher, do Dar e Receber e que, portanto não é preciso muito esforço, pois mais cedo ou mais tarde, independente de advertências ou não, a lei atuará sem distinção a quem efetivamente deve atingir.

Jamais podemos esquecer que o poder não constitui um prêmio, mas tão somente a exigência do cumprimento fiel de uma nova tarefa. Ele não combina e muito menos mantém relações com a natureza individualista, porque foi feito para benefício coletivo.

 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

1 comentários


ednaldo cavalcanti caldas

04/07/2020 - 15:17:19

Faz sim, o ser humano tendo o livre arbitrio, ele pode tanto fazer o bem quanto o mal, sua é a escolha...(sendo que aquele que for injustiçado com o mal de alquém aqui na Terra,) ele será justiçado "compensado no plano espiritual"...


Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 98151-4793

Visitas: 1579878
Usuários Online: 50
Copyright (c) 2020 - Tribuna dos Vales