Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019
Meio Ambiente

Ventos de 78km/h causam estragos em Jaguaribe no Ceará

A chuva de 19.5mm e os fortes ventos no fim da tarde de domingo deixou moradores assustados, causou apenas danos materiais, sem registro de feridos

Publicada em 22/10/19 às 14:56h - 24 visualizações

por Por Honório Barbosa/DN com colaboração de Gustavo Veras


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Reprodução/WhatsApp  (Foto: Tribuna dos Vales)

Ventos fortes e chuva rápida assustaram moradores da cidade de Jaguaribe na tarde de domingo (20), por volta das 16h30min. A ventania causou estragos: telhados foram arrancados de quadra de esporte, posto de combustíveis e de algumas casas, fio de energia caído, placas de publicidade retorcidas, portas de casas e árvores das ruas e praças foram arrancadas e parte do teto da Igreja Matriz de Nossa Senhora das Candeias foi destruída, causando danos materiais no interior do templo.

A Funceme – Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos – observou chuva de 19.5mm na tarde deste domingo, 20, cidade de Jaguaribe, e os ventos chegaram a uma velocidade 78,8km/h.

Morador da cidade de Jaguaribe registra cenas após o temporal - Reprodução WhatsApp

De acordo com o meteorologista Raul Fritz, em conformidade com a previsão do tempo indicada pela Funceme na última sexta (18), o município apresentava condições de chuva devido a áreas de instabilidade que se formaram a leste do Nordeste e chegaram à região.

“Como a instabilidade atmosférica estava acentuada, nuvens muito desenvolvidas da base até o topo, as típicas cumulonimbus, provocaram chuvas acompanhadas de rajadas. Apesar de serem rápidos, estes aumentos repentinos da velocidade do ventos, a depender da intensidade, podem provocar danos, como aqueles observados em Jaguaribe”, explica o pesquisador.

Um rastro de destruição foi deixado na cidade e assustou moradores - Fotos: Reprodução/WhatsApp

Não há informação de ninguém ferido, mas apenas de dano material, de acordo com o 4º Batalhão de Bombeiros Militares, com sede em Iguatu.

Imagens registras por moradores mostram os fortes ventos seguidos de chuva.

A celebração de missa na Igreja Matriz de Nossa Senhora das Candeias na noite deste domingo foi suspensa por da destruição de vidros, castiçais e imagens no local. O templo ficou alagado e vidros quebrados espalhados pelo piso.

Luis Antônio Saldanha, servidor público e integrante de movimentos da igreja católica, confirmou que uma porta da igreja foi arrancada, pois o templo estava aberto, e houve estragos de um quadro de vidro que foi arremessado, uma imagem de uma santa foi removida, parte do telhado ficou arrancado, e caíram dois pedaços de detalhes de alvenaria de uma das torres, além de infiltração. “O vento foi muito forte e nunca ninguém viu isso acontecer por aqui”, disse. “A igreja ficou alagada e cheia de vidros”.

“A gente ficou assutado, o vento era muito forte e pensei que ia destruir tudo”, disse o aposentado, Francisco Lima. “Veio de uma vez e fiquei trancado em casa com a família”.

A dona de casa, Marlene Souza, disse que ficou em casa rezando. “Imaginei que as telhas iam arrancar todas e fiquei assustada, mas rezava muito pedindo a Deus para tudo se acalmar”.

O comerciário Luis Guedes disse que nunca tinha visto uma chuva e ventos tão fortes. “Foi muito forte, a praça Juarez Távora ficou muito suja, parte de árvores e telhados foram arrancados e juntou muita água”, disse. Parte do telhado do apartamento de um morador conhecido por Reginaldo foi arrancado.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 98151-4793

Visitas: 1035143
Usuários Online: 101
Copyright (c) 2019 - Tribuna dos Vales