Sexta-feira, 10 de Julho de 2020
Saúde

Cientistas do Reino Unido identificam remédio barato para tratar pacientes graves de Covid-19

Os pesquisadores afirmaram que até 5 mil vidas teriam sido salvas no Reino Unido se o medicamento tivesse sido implementado antes

Publicada em 16/06/20 às 11:46h - 377 visualizações

por Diário do Nordeste


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Um corticoide foi identificado como eficaz no tratamento de pacientes em estado grave da Covid-19, por cientistas britânicos.  (Foto: PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP)

 

Cientistas do Reino Unido anunciaram, nesta terça-feira (16), que identificaram um medicamento barato e disponível que ajuda na recuperação de pacientes com Covid-19 em estado grave. A substância, ainda não revelada, se trata de um corticóide comum. As informações são do portal G1.

Os resultados da pesquisa serão divulgados em breve, conforme os cientistas. O estudo foi feito com cerca de 2 mil pacientes que receberam o medicamento, e foram comparados com outros 4.300, que receberam o tratamento comum.

Em caso de pacientes utilizando aparelhos respiradores, o risco de morte caiu de 40% para 20%. Entre os enfermos que recebem oxigênio, o risco foi reduzido de 25% para 20%. O estudo não constatou melhora em pacientes com casos mais leves.

Tendo em vista os resultados, os pesquisadores afirmaram que até 5 mil vidas teriam sido salvas no Reino Unido, caso o medicamento tivesse sido utilizado desde o começo da pandemia.

Um dos líderes do estudo, Peter Horby, afirmou ao G1 que o benefício é "claro e alto em pacientes que estão doentes a ponto de terem que receber tratamento com oxigênio, então esse deve ser o padrão de cuidado nesses pacientes".

A expectativa da comunidade científica é de que, por ser um medicamento barato, a droga possa ser um grande benefício em países podres afetados pela Covid-19.

O mesmo tipo de estudo foi realizado com outros remédios pelos pesquisadores. No início de junho, os resultados da pesquisa utilizando a hidroxicloroquina, medicamento contra malária, apontou que não há benefício contra a Covid-19.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 98151-4793

Visitas: 1549461
Usuários Online: 109
Copyright (c) 2020 - Tribuna dos Vales